- Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Comissão do Impeachment: ex-ministros defenderam decretos de Dilma nesta sexta-feira

© Marcos Oliveira/Agência SenadoComissão do Impeachment
Comissão do Impeachment - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Comissão Processante do Impeachment encerrou a reunião desta sexta-feira (17), depois de ouvir cinco testemunhas de defesa, entre elas o ex-ministro da Fazenda do governo da presidenta Dilma Rousseff, Nelson Barbosa, e o da Educação, José Henrique Paim, informou Agência Brasil.

Comissão do Impeachment ouve novas testemunhas de defesa no processo contra Dilma - Sputnik Brasil
Notícias do Brasil
18ª Reunião da Comissão Especial do Impeachment
Os ex-ministros se apresentaram como testemunhas de defesa da presidenta afastada Dilma Rousseff. Eles defenderam a legalidade e a adequação orçamentária dos decretos que integram a denúncia de crime de responsabilidade contra Dilma.

Também foram ouvidos técnicos do governo. O primeiro foi o diretor do Departamento de Programas de Infraestrutura da Secretaria de Orçamento Federal, Zarak de Oliveira Ferreira, que afirmou que a edição dos decretos de suplementação orçamentária, editados pela presidenta afastada Dilma Rousseff, não prejudicaram a execução da meta fiscal.

Depois foi a vez do analista de Planejamento e Orçamento do Ministério do Planejamento, Antonio José Chartack Carmelo, que reiterou o que foi dito pelo colega.

A última testemunha ouvida, já no início da noite de hoje, foi o também analista de Planejamento Georgimar Martiniano de Sousa, que afirmou que sua atuação é restrita ao departamento de despesa e que faz apenas a avaliação de mérito sobre os pedidos de suplementação.

A Comissão Especial do Impeachment retomará as atividades na segunda-feira (20), a partir das 14h. As testemunhas ouvidas serão o ex-ministro da Educação Renato Janine Ribeiro; Ivo da Motta Azevedo Correa, ex-subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil; Felipe Daruich Neto, diretor do Departamento de Programas Sociais da Secretaria do Orçamento Federal; e Bruno Moretti, ex-secretário-executivo adjunto da Casa Civil.nistro da Educação Renato Janine Ribeiro; Ivo da Motta Azevedo Correa, ex-subchefe de Assuntos Jurídicos da Casa Civil; Felipe Daruich Neto, diretor do Departamento de Programas Sociais da Secretaria do Orçamento Federal; e Bruno Moretti, ex-secretário-executivo adjunto da Casa Civil.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала