Alemanha pronta para concessões no diálogo com a Turquia

Nos siga noTelegram
As autoridades da Alemanha estão prontas a chegar a um compromisso com a Turquia, incluindo em questões da legislação antiterrorista, para chegar a uma possível resolução da crise migratória, comunica o jornal The Telegraph, citando o diplomata Sebastian Wood.

"Angela Merkel começou por caracterizar o acordo do ponto de vista humanitário, para antecipadamente enfraquecer a oposição dos defensores dos direitos humanos. Representantes oficiais começaram a mostrar nos bastidores interesse pelas formulações de compromisso nas leis antiterroristas", cita o jornal a correspondência diplomática de Wood.

Caça Panavia Tornado da Luftwaffe (Força Aérea alemã) - Sputnik Brasil
Alemanha planeja construir base aérea permanente na Turquia
Segundo o diplomata, o adiamento da introdução do regime sem vistos com a Turquia e seu acordo em esperar por uma decisão até outubro são explicados com a falta de vontade das partes de "escalar significativamente a situação" antes do referendo da saída da Grã-Bretanha da União Europeia. Segundo aponta a edição, Londres pretende manter a exigência de vistos para todos os cidadãos da Turquia, independentemente dos acordos que outros membros da UE e da zona de Shengen queiram celebrar com ela.

Bandeiras da União Europeia e da Turquia - Sputnik Brasil
Turquia exige passos da União Europeia para a suspensão do regime de vistos
Ainda antes, representantes da União Europeia tinham comunicado que a introdução do regime sem vistos para cidadãos da Turquia será impossível sem o cumprimento de todas exigências impostas ao país pela UE.

"Se não houver isenção de vistos, Erdogan, que é impulsivo e irritado e fica disposto a escalar a situação quando se sente 'traído', pode cumprir sua promessa de ‘abrir o caminho’ da Europa para os migrantes", disse Wood citado pelo The Telegraph.

A correspondência evidencia que as posições que apresenta são necessárias para troca de informações entre embaixadas da Grã-Bretanha nos diferentes países e que elas não são declarações oficiais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала