Obama ordena investigar tiroteio mortífero em Orlando

Nos siga noTelegram
O presidente dos EUA ordenou prestar assistência federal à investigação do tiroteio no estado da Flórida.

O presidente dos EUA Barack Obama foi informado neste domingo (12) sobre o tiroteio, que deixou dezenas de mortos e feridos na cidade de Orlando (estado da Flórida), e ordenou prestar assistência federal à investigação do acidente, informou a Casa Branca em um comunicado.

​O tiroteio no clube gay Pulse deixou pelo menos 50 mortos e mais de 53 feridos.

"O presidente pediu para receber atualizações regulares do trabalho da FBI e outros oficiais federais com a polícia de Orlando para ter mais informação e incumbiu o governo federal de fornecer toda a assistência necessária para prosseguir com a investigação e apoiar a comunidade," diz-se no comunicado.

Além disso, o ataque foi classificado com ato de "terrorismo local", informou o sheriff do distrito de Orange, Jerry Demings.

Enquanto isso, o canal televisivo CBS divulgou que o assassínio em massa no clube foi realizado por um cidadão americano, identificado como Omar Mateen.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала