Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Senadores franceses proporão aos colegas europeus a revogação das sanções contra a Rússia

© Foto / Capture d'écran sur YouTubeSanctions anti-russes: le Sénat français adopte la résolution européenne
Sanctions anti-russes: le Sénat français adopte la résolution européenne - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os senadores franceses, durante a conferência de comitês parlamentares para assuntos europeus da UE, a ser realizada nos dias 13 e 14 de junho em Haia, pretendem propor a revogação das sanções contra a Rússia, informou ao jornal Izvestia o vice-presidente do comitê para assuntos europeus do senado da França, Yves Pozzo di Borgo.

Senado da França - Sputnik Brasil
Senado francês pede atenuação das sanções contra a Rússia
Nesta quarta-feira, o senado francês, por uma maioria absoluta de votos (302 a favor e 16 contra) aprovou uma resolução, exigindo reduzir o regime de sanções contra a Rússia, a medida da realização dos acordos de Minsk. A câmara baixa já votou pela revogação total da sanções anti-russas. 

“Simon Sutura (Partido Socialista) e eu, na qualidade de representantes do senado francês, participaremos da conferência, na qual estarão presentes os representantes de todos os 28 países membros da UE. Vamos apresentar uma proposta para votação de uma resolução semelhante nos parlamentos nacionais dos países. Se os votos serão sim ou contra — não importa o resultado, mas o fato de apreciação deste tema”, citou as palavras do parlamentar o jornal russo.

O interlocutor do jornal disse que, logo após a votação no senado, os autores da resolução encaminharam o documento para o governo francês. 

“Encaminhamos a resolução para o governo do país. A votação foi ilustrativa e importante para o país. Nem eu, nem o meu colega Simon Sutura, não esperávamos apoio de colegas de todas as coligações políticas. Esse é um sinal muito forte ao governo, pois no senado estão representados os principais partidos. Ou seja, essa decisão representa a vontade de todos os franceses”, concluiu o senador. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала