Pentágono: Sistema AEGIS existe para conter Oriente Médio, não a Rússia

Nos siga noTelegram
O sistema de defesa antimíssil dos EUA não é dirigido contra a Rússia. Ele foi instalado para conter potenciais ataques do Oriente Médio, comunica o porta-voz do Pentágono, Patrick Evans.

O sistema de defesa antimíssil Aegis Ashore na Roménia - Sputnik Brasil
Sistema de defesa antimíssil na Romênia aumentará potencial bélico da OTAN
A Rússia tem repetidamente expressado as suas preocupações quanto à instalação do sistema balístico antimíssil dos EUA na Europa, aprovada em 2010 na cúpula da OTAN em Lisboa. 

“A abordagem gradual adaptativa europeia (EPAA em inglês) é dirigida contra a Rússia e não pode comprometer a força nuclear dissuasora da Rússia. Os interceptores foram elaborados para serem lançados de locais especiais com o objetivo de defender a OTAN em caso de um ataque de mísseis a partir do Oriente Médio”, disse Evans na sexta-feira (28). 

O sistema norte-americano de defesa antimíssil AEGIS deve começar a operar na Polónia em 2018. Ele fará parte do chamado escudo antimíssil europeu e será composto por mísseis interceptores Standard Missile-3 (SM-3).

​Nos últimos anos os EUA têm adotado diversas medidas de defesa antimíssil no âmbito da abordagem gradual adaptativa europeia (EPAA). A instalação do sistema na Polónia é a terceira etapa do programa.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала