Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Documento da CIA liga Soros a atentado de bandeira falsa na Tchecoslováquia

© flickr.com / Heinrich-Böll-StiftungGeorge Soros
George Soros - Sputnik Brasil
Nos siga no
Um documento confidencial da CIA datado de fevereiro de 1987 sugere a conexão do bilionário norte-americano George Soros – um dos principais contribuintes de campanha de Hillary Clinton – com um ataque terrorista na então Tchecoslováquia, segundo relata o jornalista investigativo Wayne Madsen em artigo no portal Infowars.

Osama bin Laden - Sputnik Brasil
Osama bin Laden foi eliminado graças à CIA... Ou não?
De acordo com a reportagem, Soros destinava fundos a grupos opositores aos governos comunistas da época, entre eles, grupos "pró-democracia" como o da Carta 77, primeiro núcleo de resistência organizada contra o governo da Tchecoslováquia no final de 1980.

Segundo o jornalista, a terça parte dos fundos da Fundação Carta 77 vinham de Soros, bem como de outras entidades ligadas à Agência Central de Inteligência (CIA) norte-americana, como a Fundação Nacional para a Democracia dos EUA (NED).

"Os fundos foram destinados a fortalecer a Carta 77 e seus líderes, além de financiar atos terroristas na Tchecoslováquia", diz Madsen.

Candidatos à presidência norte-americana Hillary Clinton do Partido Democrata e Donald Trump do Partido Republicano (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Pesquisa: Trump e Hillary quase empatados na corrida eleitoral e na rejeição do eleitorado
De acordo com o documento da CIA citado pelo artigo, "grupos extremistas financiados por Soros e pela NED realizaram um ataque terrorista contra a sede do Partido Comunista da Tchecoslováquia em Ceske Budejovice, e tentaram outros ataques contra escritórios do partido em outras cidades", relata o jornalista.

Segundo ele, a CIA considerou que o ataque foi levado a cabo com o objetivo de mobilizar a população tchecoslovaca, "geralmente apática".

Atualmente, Soros, que financiou "atos terroristas de bandeira falsa, é um dos principais contribuintes para a campanha de Hillary Clinton", conclui Madsen.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала