Venezuela: Maduro ameaça elevar nível do estado de emergência

© AP Photo / Fernando LlanoNicolás Maduro com sua esposa Cilia Flores
Nicolás Maduro com sua esposa Cilia Flores - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ameaçou na noite desta quarta-feira (18) elevar o nível do estado de emergência decretado, depois da violência ocorrida nos protestos feitos pela oposição em várias cidades, informou Agência Brasil.

Nicolás Maduro, presidente da Venezuela. - Sputnik Brasil
Maduro denuncia possível intervenção estrangeira na Venezuela
Maduro afirmou que se a violência durante as manifestações aumentar, não hesitará em “fazer o decreto para lutar pela paz e segurança do país".

A declaração do presidente foi feita depois das violentas manifestações da oposição, ocorridas em várias cidades. Os manifestantes exigem a realização de um referendo para decidir se governo de Nicolás Maduro permanece no poder.

Milhares de manifestantes protestaram no centro de Caracas, ultrapassaram as barreiras policiais e se dirigiram ao Conselho Nacional Eleitoral, obrigando as forças de segurança a usarem gás lacrimogêneo.

Na segunda-feira (16), Maduro decretou “estado de exceção e de emergência econômica” em todo o país por 60 dias, aumentando assim os seus poderes sobre a segurança, a distribuição de alimentos e a área de energia. No entanto, o Parlamento venezuelano, onde a oposição possui a maioria, rejeitou na terça-feira o estado de exceção e emergência econômica.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала