Advogado: não há razão de entregar Yanukovich à Ucrânia

© Sputnik / Sergey PivovarovEx-presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich
Ex-presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovich - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O advogado de Yanukovich disse que o ex-presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, não adquiriu a cidadania russa.

"[Yanukovich] não mudou a sua cidadania e continua sendo um cidadão ucraniano, ele não obteve a cidadania russa", disse Vitaly Serdyuk, advogado do ex-presidente, durante uma conferência de imprensa em Kiev.

O advogado adicionou que Viktor Yanukovich não irá à Ucrânia para participar do processo judiciário por causa da falta da segurança. 

Foto de arquivo: o então primeiro-ministro da Ucrânia Nikolai Azarov (à esquerda) e o presidente da Ucrânia Viktor Yanukovich antes da XII reunião do Partido das Regiões em Kiev - Sputnik Brasil
Ex-chefes da Ucrânia agora são russos?
Em fevereiro de 2014 o governo de Yanukovich foi derrubado em resultado de um golpe de Estado e fugiu do país. No início de 2015 o Ministério Público da Ucrânia iniciou o processo judiciário contra o ex-presidente e pediu à Rússia para o extraditar. No site da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal) apareceu o seu nome como procurado. No entanto, os dados foram removidos desta rubrica em julho de 2015.

“Ele [Yanukovich] tem a possibilidade de voltar de acordo com o seu desejo. Ele tem tal desejo mas hoje ele não pode voltar à Ucrânia”, afirmou Vitaly Serdyuk, adicionando que não há base jurídica para a extradição oficial, já que o ex-presidente não é procurado pela Interpol.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала