Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Manobra de ré depois de piada inoportuna

Nos siga no
O parlamentar que, zangado pela vitória do time de basquete russo CSKA sobre o turco Fenerbahce na partida de 15 de maio na final da Liga Europeia, queria derrubar mais um avião russo recebe fortes críticas por parte de seus compatriotas e tenta recuperar sua imagem nas redes sociais.

O deputado Samil Tayyar, que expressou anteriormente no seu Twitter o desejo de abater mais um avião russo, foi obrigado a comentar sua postagem anterior, chamando-a de "brincadeira", depois de vários usuários das redes sociais lançarem críticas rígidas à sua postura.

“O avião foi derrubado, o turismo morreu, os negócios estão sendo arruinados. Mas ele parece estar gostando”, diz um dos comentários.

Participante do protesto contra as ações turcas em frente da embaixada russa em Moscou empunha o cartaz com a inscrição Náo vou à Turquia - Sputnik Brasil
Deputado turco quer abater mais um avião russo
A recente atividade na web do parlamentar foi considerada como inaceitável para um político: "Pede a demissão! Por causa de tais [políticos] como você, o país não tem mais amigos", "Estadista deste tipo – é um traidor", "Enquanto existirem tais políticos, esperar que venha a paz – é uma ilusão", "Se você me representa, se representa meu povo e meu país – então não faço parte nem deste povo, nem deste país". "Que vergonha!", concluem vários usuários. Outros comentários exigem que o deputado seja processado por suas declarações.

Um dos usuários da região do deputado, na cota da qual se elegeu, chamou o membro do legislativo de "palhaço" por não poder defender sua própria terra. "Kilis (cidade no sudeste da Turquia alvo dos jihadistas do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia) é bombardeada diariamente".

Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia - Sputnik Brasil
Welt: Erdogan é esperto, mas não consegue salvar o turismo na Turquia
Tornando-se alvo de reprovações, o deputado foi obrigado de distanciar-se de suas palavras agressivas para melhorar sua imagem na web.

"Sendo uma pessoa que considera errado o abatimento do caça russo, como é que posso defender um outro erro? Como causou tão grande polêmica, tenho que pronunciar-me – foi uma brincadeira", comentou o legislador. "Foi apenas uma brincadeira, rapaziada, relaxem", concluiu.

Sumeyye Erdogan ao lado de seu irmão Bilal Erdogan - Sputnik Brasil
Filha do presidente da Turquia casa com dono de empresa de armamentos
Recorde-se que, em 24 de novembro de 2015, um Su-24 russo foi abatido por um caça F-16 turco sobre o território da Síria e caiu a quatro quilômetros da fronteira turca. A tripulação do bombardeiro russo se ejetou e um dos dois pilotos, o tenente-coronel Oleg Peshkov, foi morto a tiros a partir do solo. O copiloto sobreviveu.

Vladimir Putin classificou o abate como "um golpe nas costas por parte de pessoas que apoiam os terroristas" e assinou um decreto sobre a aplicação de restrições especiais contra a Turquia.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала