Inteligência dos EUA: Daesh tem células ativas no Reino Unido, na Alemanha e na Itália

© AFP 2022 / BRENDAN SMIALOWSKI Diretor de Inteligência Nacional dos EUA, James R. Clapper
Diretor de Inteligência Nacional dos EUA, James R. Clapper - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Daesh, autodenominado Estado Islâmico, aproveita a crise migratória na Europa para infiltrar no continente grupos clandestinos que operam em países como Reino Unido, Alemanha e Itália, segundo declarou hoje (27) o diretor de Inteligência Nacional dos EUA, James Clapper, em entrevista coletiva com a imprensa norte-americana.

Militante do Daesh em Mosul, Iraque - Sputnik Brasil
‘Daesh tenta impor a sua agenda a todo o mundo’
"Isto, obviamente, preocupa a nós e a nossos aliados europeus (…) Estamos fazendo todo o possível para colocar todas as informações que temos sobre o Estado Islâmico à disposição das agências de inteligência europeias", disse Clapper, citado pelo jornal The Guardian.

O diretor de inteligência disse ainda que um dos maiores desafios na luta contra a organização terrorista são os métodos tecnológicos com os quais contam os jihadistas, que, segundo ele, estão se tornando cada vez mais sofisticados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала