Obama pede que Putin exerça maior pressão sobre Bashar Assad

© Sputnik / Sergey Guneev / Abrir o banco de imagensPresidente dos EUA Barack Obama
Presidente dos EUA Barack Obama - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram

Barack Obama conversa com Vladimir Putin antes de uma sessão de trabalho do G20 - Sputnik Brasil
Putin e Obama concordam em garantir solidez do cessar-fogo na Síria
O presidente dos EUA, Barack Obama, constatou que houve uma melhora da situação na Síria nos últimos meses e declarou que o pediu pessoalmente ao presidente russo, Vladimir Putin, que ele exerça maior pressão sobre o presidente sírio, Bashar Assad, para ativar o diálogo com a oposição. 

“Nas últimas 7 semanas vimos uma diminuição significativa no nível da violência na Síria… Na última segunda-feira eu falei com Putin e a ele que exerça pressão sobre as autoridades sírias para que processo de negociação em Genebra continue”, disse Obama durante coletiva de imprensa após reunião com o primeiro-ministro britânico, David Cameron. 

Além disso, o presidente norte-americano observou que Washington não considera o presidente Assad legítimo, assim como ele é responsável pela morte de muitas pessoas. 

“Nós devemos estabelecer diálogo e resolução de decisões exige diálogo mesmo com aqueles que não gostamos… É necessário juntar todas as partes à mesa de negociação”, disse Obama. 

Anteriormente, fontes do Alto Comitê de Negociação da oposição síria haviam informado que houve divergências entre a delegação da oposição síria, inclusive sobre a questão da continuidade das negociações de Genebra. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала