Confrontos em Karabakh já fazem meia centena de mortos

© Sputnik / Abrir o banco de imagenspanorama de Nagorno-Karabakh
panorama de Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A quantidade dos mortos na linha do conflito de Karabakh continua a crescer.

Segundo a informação do Ministério da Defesa de Nagorno-Karabakh, 56 militares foram assassinados desde o passado 2 de abril. 

“Segundo os dados de 7 de abril, perdemos 36 militares. Depois foram encontrados os corpos de mais 20 homens, elevando o número a 56 mortos”, informou o ministério. 

O exame dos corpos entregues pela parte azerbaijana mostra que os soldados estavam vivos quando foram capturados, tendo sido assassinados mais tarde.

Casas destruídas na cidade de Shusha na autoproclamada República Nagorno-Karabakh - Sputnik Brasil
Cessar-fogo em Nagorno-Karabakh está sendo respeitado de modo geral
O acordo bilateral de cessar-fogo entre a Armênia (Nagorno-Karabakh é um enclave de maioria armênia) e o Azerbaijão foi celebrado no dia 5 de abril e entrou em vigor no dia seguinte.

Nagorno-Karabakh é uma região disputada no Sul do Cáucaso, que formalmente faz parte do Azerbaijão, mas populado principalmente por armênios. Na prática, o território é uma província com administração própria, mas sem reconhecimento da comunidade internacional.

O conflito em Nagorno-Karabakh começou em 1988, quando a região autônoma buscou separação da República Socialista Soviética do Azerbaijão antes de proclamar independência, após o colapso da União Soviética em 1991.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала