Rafael Correa confirma reunião de produtores latino-americanos de petróleo em 8 de abril

© Sputnik / Mikhail Fomichev / Abrir o banco de imagensPresidente do Equador Rafael Correa
Presidente do Equador Rafael Correa - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Equador, Rafael Correa, confirmou que o encontro de países latino-americanos produtores de petróleo para discutir o congelamento dos níveis de extração será realizado em 8 de abril em Quito, informou a agência Reuters.

Khaled al Otaiby, funcionário da petrolífera saudita Aramco, acompanha os trabalhos no campo de al-Howta - Sputnik Brasil
Rússia e Arábia Saudita podem discutir petróleo antes de Doha
A reunião regional já teria sido adiada antes, em função da dificuldade de coordenar o encontro dos ministros de energia dos países participantes. 

“A reunião será realizada em 8 de abril”, anunciou o presidente. Os países representados pelos respectivos ministros de energia serão: Equador, Colômbia, Venezuela e México. Correa destacou que “o mais difícil foi coordenar com o México”. 

Anteriormente, o ministro encarregado de Recursos Naturais Não Renováveis do Equador, Carlos Pareja, já havia declarado a necessidade dos países latino-americanos coordenarem uma posição antes da reunião em Catar, que será realizada em 17 de abril pelos maiores produtores de petróleo no mundo. O tema da reunião também será o congelamento dos níveis de produção. 

Durante a reunião de Doha, realizada em 16 de fevereiro, Rússia, Arábia Saudita, Catar e Venezuela concordaram em manter o nível médio de produção de 2016 nos mesmos volumes demonstrados em janeiro deste ano. O acordo será mantido somente se os outros grandes produtores se juntarem à iniciativa. Equador, Argélia, Nigéria, Oman, Kuwait, e Emirados Árabes Unidos já manifestaram apoio à medida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала