Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Cúpula da UE pode ser adiada para depois do referendo britânico sobre a saída do bloco

© AFP 2021 / EMMANUEL DUNANDA British flag flutters amongst EU flags ahead of British Prime Minister's visit at the European Commission in Brussels on January 29, 2016
A British flag flutters amongst EU flags ahead of British Prime Minister's visit at the European Commission in Brussels on January 29, 2016 - Sputnik Brasil
Nos siga no
O referendo sobre a permanência ou saída da Grã-Bretanha da União Europeia (UE) pode provocar a alteração da data da Cúpula do bloco em junho, informou a agência Reuters.

Apoiantes do Partido Frente Nacional da França, 9 de dezembro de 2016 - Sputnik Brasil
Europa rachada: Após britânicos, franceses também querem referendo sobre adesão à UE
O primeiro-ministro da Grã-Bretanha, David Cameron, anunciou anteriormente que o referendo será realizado em 23 de junho próximo.

A Cúpula da União Europeia está planejada para acontecer nos dias 23 e 24 de junho. No entanto, em função do referendo britânico, a realização do evento pode acabar sendo adiada para os dias 27 e 28 de junho, segundo revelou uma das fontes da agência, destacando que a decisão deve ainda ser coordenada entre todos os participantes.

A alteração da data da Cúpula, segundo o interlocutor da Reuters, seria necessária para que os países adotem uma posição balanceada com base nos resultados do referendo na Grã-Bretanha. A Comissão Europeia (órgão executivo da UE) ainda não confirmou esta informação.

David Cameron, primeiro-ministro do Reino Unido (Grã-Bretanha) - Sputnik Brasil
Grã-Bretanha faz quatro exigências para continuar na UE
Os líderes dos países membros da UE discutiram em fevereiro, em Bruxelas, as exigências britânicas sobre novas condições para a manutenção da sua participação no bloco. Na ocasião, o bloco aprovou as condições, sob as quais o  primeiro-ministro David Cameron concordou em apoiar a permanência do seu país na UE durante o referendo. O premiê britânico insistiu em novas condições em quatro áreas: de concorrência, soberania, política social e gestão econômica.

Segundo os resultados de uma recente pesquisa na internet, realizada pela empresa ORB International, mais da metade dos britânicos apoia a saída do pais da UE.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала