Egito restaura usinas soviéticas no seu território

© Sputnik / Eduard Pesov / Abrir o banco de imagensCairo, Egito
Cairo, Egito - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O presidente do Egito, Abdel Fattah al-Sisi, aprovou nesta quarta-feira (23) as mudanças na composição do atual gabinete de ministros do país.

As mudanças no governo do primeiro-ministro Sherif Ismail abrangeram os Ministérios do Transporte, Energia, Investimentos, Finanças, Turismo, Antiguidades, Recursos Laborais, Justiça e Aviação Civil. 

Aeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito - Sputnik Brasil
Rússia pode restabelecer voos para o Egito
Além das mudanças na composição do governo, pela primeira vez na história do Egito foi criado um novo ministério, o do Setor Empresarial do Estado. 

Mahmud Badr, integrante do bloco político “Suporte ao Egito”, que tem o maior número de lugares no parlamento, disse à agência Sputnik que a criação do novo ministério aconteceu após pedidos da população de o Estado assumir o controle sobre o processo de restauração das usinas fechadas do país, construídas ainda com o apoio da URSS.

“Recebemos pedidos já por alguns anos por parte da população de restabelecer o setor empresarial do Estado e recuperar as empresas anteriormente privatizadas [que não funcionam], colocando-as sob controle do Estado”, manifestou.

A maior parte destas companhias foi fundada ainda na altura do presidente egípcio Gamal Abdel Nasser, mas, neste momento, não funcionam porque foram privatizadas e o setor privado não tem interesses na sua reconstrução.

“As usinas construídas na altura do líder Gamal Abdel Nasser com apoio soviético irão voltar à vida no setor estatal… é um passo muito importante no caminho da reconstrução do Egito”, sublinhou Mahmud Badr.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала