Militares russos iniciam preparações para Parada da Vitória

© SputnikParada de Vitória em Moscou
Parada de Vitória em Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A divisão militar Dzerzhinsky, estacionada perto de Moscou, é local de treinamentos das tropas internas do Ministério do Interior da Rússia. O objetivo é preparar os militares para o desfile na Parada da Vitória na Praça Vermelha em Moscou em 9 de maio do ano em curso.

Valery Gerasimov durante conferência conjunta com o presidente russo no Ministério da Defesa em 11 de dezembro - Sputnik Brasil
Militares russos vão desenvolver concepção de 'poder brando'
Entre os militares da divisão, 424 homens se preparam para participar da Parada. Além disso, 130 músicos militares estão prestes a participar da parada no âmbito da orquestra conjunta.

“Como é tradição, os combatentes da divisão Dzerzhinsky desfilam na Parada da Vitória <…> Em 7 de novembro de 1941, eles partiram da parada diretamente para a frente para proteger a capital. Foram eles que, em maio de 1945, jogaram as bandeiras do inimigo derrotado ao Mausoléu [de Lenin na Praça Vermelha]. Os 120 passos que darão na Parada os militares de hoje, eles os reterão na memória por toda a sua vida e os lembrarão com orgulho“, disse o comandante das tropas internas do Ministério dos Assuntos Internos da Rússia, Viktor Zolotov.

Militares russos ensaiam para a Parada da Vitória de 9 de maio, em Moscou. - Sputnik Brasil
Putin: desenvolvimento militar sempre será prioritário para a Rússia
Segundo Zolotov, muitos soldados que receberam a chance de participar da Parada, mas cujo prazo do serviço já terminou pediram adiar a sua desmobilização até a Parada.

“…Passarão pela Praça Vermelha por 2 minutos carregando a bandeira das tropas internas, a bandeira militar da divisão e a bandeira do Ministério dos Assuntos Internos”, disse.

A história da divisão começou em 1924. Os soldados da divisão combateram na região de Moscou em 1941-1945 e patrulharam 9  bairros de Moscou. Em 1944 conduziram 57 milhares de alemães cativos que apoiaram Hitler pelas ruas de Moscou. Em 1945 serviram como guardas de segurança em conferências de Yalta e Potsdam. Durante a Grande Guerra Patriótica 12 militares da divisão foram reconhecidos como Heróis da União Soviética.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала