OSCE anuncia expansão da missão no Leste da Ucrânia

© Sputnik / John TrustOSCE na Ucrânia
OSCE na Ucrânia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O número de observadores da Missão Especial da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) no Leste da Ucrânia vai aumentar este ano.

"Continuaremos ampliando a missão e abriremos novos escritórios na linha de contato", anunciou nesta quinta-feira (21) o vice-chefe da missão, Alexander Hug, em uma reunião sobre o andamento das operações da OSCE em Donbass.

Monitores da OSCE em Donetsk, no leste da Ucrânia - Sputnik Brasil
Alto representante da OSCE fala sobre situação na Ucrânia em entrevista à Sputnik
De acordo com Hug, a missão planeja instalar várias bases de patrulha em ambos os lados da linha divisória entre os lados em conflito na região, a fim de "assegurar uma observação equilibrada".

Anteriormente, a missão abriu bases deste tipo em quatro áreas controladas por Kiev: nas cidades de Volnovakha, Krasnoarmeisk, Novoaidar e Svetlodarsk, bem como em três localidades no território controlado pelas milícias de autodefesa de Donbass: em Stakhanov, Gorlovka e Debaltsevo.

Em abril de 2014, o governo ucraniano lançou uma operação militar no leste do país para reprimir os movimentos independentistas que, diante da mudança violenta de poder ocorrida em Kiev em fevereiro daquele ano, resolveram instituir as autoproclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk.

Debaltsevo, Donetsk - Sputnik Brasil
Kiev bombardeia Donetsk 14 vezes em 24 horas
Desde então, os combates já deixaram mais de 9.000 mortos e 20.700 feridos, de acordo com estimativas da ONU. A resolução da crise é discutida, principalmente, no âmbito do chamado Grupo de Contato (Rússia, Ucrânia e OSCE), que, por meio dos acordos assinados em Minsk a partir de setembro de 2014, tenta regular os passos para por fim ao conflito.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала