HRW: coalizão árabe lança bombas em bairros residenciais no Iêmen

© AP Photo / Hani MohammedSanaa após bombardeio da noite de 27 de outubro
Sanaa após bombardeio da noite de 27 de outubro - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os aviões da coalizão dos países árabes, liderada pela Arábia Saudita, lançaram bombas em bairros residências na capital do Iêmen, Saná. A informação foi divulgada pela organização internacional Human Rights Watch nesta quinta-feira (7).

"As forças da coalizão liderada pela Arábia Saudita na manhã de ontem (quarta-feira) lançaram bombas de fragmentação em áreas residenciais da capital iemenita Saná. Neste ponto, não está claro se há vítimas entre a população civil, como resultado dos ataques, mas o uso deliberado e imprudente de bombas de fragmentação em áreas povoadas equivale a um crime de guerra", afirma o relatório.

Vista geral de Riad (foto de arquivo) - Sputnik Brasil
Arábia Saudita intercepta míssil lançado do Iêmen
O conflito armado onde um lado estão os rebeldes Huthis do movimento xiita "Ansar Allah" e leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh do exército, e, por outro — as tropas de deposto o seu Presidente Abd Rabbo Mansour Hadi, a quem a terra e força aérea apoiar a coalizão árabe liderada por Arábia Saudita.

Desde 2014, o Iêmen passa por uma guerra civil entre o governo liderado por Abd Rabbuh Mansur Hadi, de um lado, e rebeldes ciitas houthis, apoiados por unidades do exército leais ao ex-presidente do país, Ali Abdullah Saleh.

A Arábia Saudita formou uma coalização militar islâmica de 34 países contra o terrorismo. O centro de comando operacional unido será baseado na capital da Arábia Saudita, Riad. Segundo a declaração oficial, a coalização é criada para “resistir ao terrorismo que se tornou uma ameaça para interesses da nação islâmica” e também “partindo do direito de nações à autodefesa”.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала