EUA esperam renúncia de Assad do poder em março de 2017

© Sputnik / Michael Alaeddin / Abrir o banco de imagensPosto de controle do exército governamental na Síria
Posto de controle do exército governamental na Síria - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Os Estados Unidos esperam que a saída do presidente da Síria, Bashar Assad, do poder do país aconteça em março de 2017. A informação foi divulgada pela agência Associated Press, citando um documento interno da Casa Branca.

O documento citado classifica a renúncia de Assad para março de 2017 como “o melhor dos cenários possíveis”. O relatório descreve principais datas para a resolução da crise síria de acordo com o processo de Viena sob a égide da ONU. 

Presidente russo Vladimir Putin e secretário de Estado dos EUA, John Kerry, durante uma reunião no Kremlin. 15 de dezembro. - Sputnik Brasil
Porta-voz: Putin não falou com Kerry sobre condição de participação de Assad nas eleições
Anteriormente, o plano da ONU referiu-se às eleições presidenciais e parlamentares na Síria para agosto de 2017, mas não relatou sobre a data da possível saída de Assad.

Os EUA esperam que Assad "renuncie" do governo em Março de 2017, e que o seu "círculo íntimo" de conselheiros também deixe o poder.

Se a previsão dos Estados Unidos se tornar real, Assad sairia do poder mais de cinco anos depois que os EUA começaram a lutar pela sua deposição. 

A Síria tem estado em guerra civil desde 2011, com o governo do país lutando contra um número de fações da oposição, bem como contra grupos islâmicos radicais, incluindo o Daesh — proibido na Rússia – e a Frente al-Nusra.

Os Estados Unidos, ao lado de outras nações ocidentais, se pronunciavam várias vezes que querem que Bashar Assad seja afastado do poder. Moscou considera Assad como autoridade legítima no país.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала