Ex-general dos EUA: Arábia Saudita e Irã podem entrar em guerra

© REUTERS / RH/AJ/YH/Chamas sobem a partir da embaixada da Arábia Saudita durante uma manifestação em Teerã
Chamas sobem a partir da embaixada da Arábia Saudita durante uma manifestação em Teerã - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A escalada do conflito entre Arábia Saudita e Irã poderia transbordar para uma guerra em grande escala. A declaração é do ex-general aposentado da Marinha e ex-chefe do Comando Central dos EUA, Anthony Zinni, EME entrevista à mídia norte-americana.

Segundo ele, esta situação causa preocupação para quem se preocupa com "a economia e a estabilidade" na região.

"As notícias são preocupantes. Se o conflito se agravar de alguma forma séria, isto pode evoluir para uma guerra em grande escala entre o Irã e a Arábia Saudita, que poderia negar o acesso ao Golfo Pérsico, limitando a liberdade de navegação e energética", explicou Zinni.

Vista de Teerã, capital do Irã - Sputnik Brasil
Irã lamentou ataques contra embaixada saudita
Ele também observou que o conflito entre Riad e Teerã poderia desviar a atenção da luta contra o grupo terrorista Daesh (Estado Islâmico), causando instabilidade interna na região que apoia Washington.

A Arábia Saudita decidiu romper suas relações diplomáticas com o Irã no último domingo, após uma série de manifestações violentas em Teerã e Mashhad contra a execução de 47 pessoas por Riad, incluindo o influente clérigo xiita Nimr al-Nimr, grande crítico das autoridades sauditas.

Já na última segunda-feira (4), o Sudão anunciou a decisão de expulsar o embaixador do Irã em Cartum; horas mais tarde, o país se juntou à Arábia Saudita e ao Bahrein e decretou o rompimento dos laços com a República Islâmica. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала