Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Inteligência russa identifica estruturas provavelmente relacionadas à queda do avião A321

© Sputnik / Maxim Grigoryev / Abrir o banco de imagensDestroços do A321 russo caido no Egito
Destroços do A321 russo caido no Egito - Sputnik Brasil
Nos siga no
O chefe do Serviço Federal da Segurança na Rússia (FSB, na sigla em russo) Aleksandr Bortnikov fez declarações relacionadas à investigação da queda do avião russo A321na península do Sinai (Egito).

Os dados preliminares do organismo de segurança russa estabeleceram as estruturas que podem tem relação ao acidente, declarou Bortnikov.

"O trabalho está sendo realizado. Ainda eu não posso dizer algo concreto. Existe a relação aproximada de estruturas que podem ter a ver com isso. Ainda há muito trabalho [para fazer]", disse.

A maior catástrofe na história da aviação russa e soviética aconteceu em 31 de outubro quando o Airbus A321, da companhia russa Kogalymavia (também conhecida como Metrojet), com 224 pessoas a bordo, caiu na península do Sinai pouco depois de deixar a cidade balneária egípcia de Sharm el-Sheikh em direção a São Petersburgo, na Rússia. Todos os passageiros e membros da tripulação morreram.

Sergei Lavrov durante a reunião das chancelarias russa e bielorrussa - Sputnik Brasil
Lavrov: morte de russos a bordo do A321 é equivalente a ataque ao país
Na altura FSB confirmou que o avião foi derrubado na sequência de um ataque terrorista.

Depois do incidente, as autoridades aeronáuticas russas lançaram um processo judicial contra a companhia aérea por “violação de regras de segurança e regras de operação de aviões”. Todavia, quando foi oficialmente confirmado que se trata de um ataque terrorista, o caso contra a companhia foi cancelado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала