Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mídia: ações de Obama "destroem" os Estados Unidos

© AP Photo / Susan WalshPresidente dos EUA, Barack Obama
Presidente dos EUA, Barack Obama - Sputnik Brasil
Nos siga no
A reação do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, aos desafios que os terroristas impõem ao mundo inteiro pode ser chamada de paradoxal: o chefe de Estado faz de tudo para “mudar de assunto”, se preocupando com o controle de armas e mudanças climáticas. É o que escreve a publicação da revista American Thinker.

Ao analisar as declarações do presidente norte-americano, o artigo sugere que as ações de Obama não são destinadas a reforçar a posição dos Estados Unidos, mas muito pelo contrário.

Presidente dos EUA Barack Obama - Sputnik Brasil
Obama: Casa Branca informou mal a população sobre operações contra Daesh
Para sustentar sua argumentação, o autor lista as seguintes "provas". Em primeiro lugar, chamou a atenção para o fato de que, imediatamente depois de tomar posse, Obama visitou o Egito, onde ele prestou homenagem à cultura islâmica. Segundo a publicação, não fazia sentido voar para tão longe. Ele também enfatizou que o presidente dos EUA recebeu na Casa Branca os representantes da célula americana da organização "Irmandade Muçulmana", que é reconhecido como terrorista no Egito, assim como em vários países, particularmente na Rússia.

Outro argumento levantado pelo artigo para sustentar a ideia de fraqueza do presidente norte-americano frente às ameaças terroristas é o fato de Obama ter sempre se manifestado a favor do fechamento de Guantánamo, afirmando que esta instituição correcional é uma ferramenta de recrutamento de islamitas.

“Acontece que é melhor jogar estes ‘bárbaros’ em convencionais prisões americanas, onde eles realmente poderiam realizar um recrutamento ativo? Na realidade o maior instrumento de recrutamento americano no Estado Islâmico é o nosso irresponsável líder – Obama e sua fraqueza, e nenhum grupo de pessoas são tão conscientes disso quando os islamitas”, escreve o American Thinker. 

Ainda de acordo com a publicação, a posição de inatividade do presidente dos EUA literalmente destrói a América e incentiva conflitos armados em todo o mundo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала