Tesouro roubado: Síria acusa Turquia de se recusar a devolver relíquias

© AP PhotoTemplo de Bel, em Palmira, na Síria.
Templo de Bel, em Palmira, na Síria. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades sírias acusaram a Turquia de se recusar a devolver as antiguidades roubadas dos sítios do patrimônio cultural da Síria.

O Diretor-Geral do Departamento de Antiguidades e Museus da Síria, Maamoun Abdulkarim, disse que mais de 2 mil itens foram apreendidos  de vários locais do patrimônio cultural na Síria. Esses itens foram apreendidos pela Turquia dos militantes do grupo Daesh (Estado Islâmico), que, em contraste com outros países, se recusa a devolvê-los ou fornecer qualquer informação sobre eles. 

Participante do protesto contra as ações turcas em frente da embaixada russa em Moscou empunha o cartaz com a inscrição Náo vou à Turquia - Sputnik Brasil
Rússia impõe três condições à Turquia para superar tensão
"O governo turco se recusa a devolver (os itens apreendidos). Nenhuma informação, nenhuma imagem", disse Abdulkarim, acrescentando que a Turquia deveria mudar sua abordagem.

O Ministério da Cultura turco, por sua vez, classificou as acusações de Abdoulkarim como "infundadas".

“Quando nós confiscamos tais antiguidades, nós temos que retorná-los às instituições dos países aos quais eles pertencem… eu acredito que essas declarações têm motivações políticas”, disse o representante do ministério turco, acrescentando que as autoridades turcas estão “fazendo todo o possível para prevenir a exportação ilegal de antiguidades”. 

As relações entre Damasco e Ancara deterioraram-se após as tentativas de derrubar o governo do presidente sírio, Bashar Assad, em 2011, quando a Turquia apoiou as forças anti-governamentais.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала