Frente Nacional não obtém nenhuma região da França, mas Le Pen não quer tristeza

Nos siga noTelegram
O partido de extrema-direita Front National (Frente Nacional, ou simplesmente FN) será o primeiro de oposição na França em maioria de conselhos regionais, segundo declarou le Pen no domingo.

Mais cedo no mesmo dia a mídia francesa divulgou que o partido do ex-presidente do país, Nicolas Sarkozy, Os Republicanos venceu as eleições em 7 de 13 regiões. O Partido Socialista do presidente atual, François Hollande, segurou a maioria dos votos em cinco regiões da França e a Frente Nacional fracassou em todas as regiões.

​Mas a FN não quer dramatizar a sua posição.

“Por meio de triplicar o número de conselheiros regionais, a Frente Nacional se tornará o primeiro partido da oposição na maioria dos conselhos regionais na França, uma oposição construtiva e criativa”, disse Le Pen após as eleições, se referindo a um reforço formal da força política.

Segundo ela, os resultados mais uma vez refletiram a situação política na França, dividida em apoiadores e adversários do seu partido.

Bandeiras da Rússia e União Europeia - Sputnik Brasil
Projeto para suspender sanções contra Rússia é apresentado por deputado francês
A filha de Marine, Marion Maréchal-Le Pen, que também se candidatou nestas regionais, apelou em um discurso os seus votantes a não ficarem "tristes", ressaltando depois que não há nenhum "teto de vidro" que impeça o partido a crescer.

Já o seu vice Florian Philippot chamou a Frente Nacional de um "conglomerado difícil de dissipar".

No primeiro turno das eleições regionais, o partido ultrapassou com quase 28% dos votos a seu favor o bloco Os Republicanos, Modem (Movimento Democrático) e UDI (sigla de União de Democratas e Independentes) e a aliança socialista.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала