Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

EUA pedem maior participação de países árabes e coalizão na luta contra Daesh (EI)

© AFP 2021 / SAUL LOEBAshton Carter, chefe do Pentágono
Ashton Carter, chefe do Pentágono - Sputnik Brasil
Nos siga no
Os ministro da Defesa dos EUA Ashton Carter declarou nesta quarta-feira (9) que os países do mundo árabe, em particular os sunitas, precisam participar mais ativamente na luta contra o Daesh (Estado Islâmico).

"Os países árabes precisam fazer mais" – disse Carter ao discursar no senado.

Carter revelou ainda que os EUA se reportaram aos seus parceiros de coalizão com o pedido de prestarem contribuições "mais sérias na luta contra o Daesh".

Nas suas palavras, ao longo da semana passada ele conversou com colegas de pasta de cerca de 30 países que fazem parte da coalizão, solicitando maiores envios de forças especiais e alocação de armas e equipamentos.

"As coisas que eu pedi aos nossos parceiros incluem forças para a realização de operações especiais, aviãção de ataque e reconhecimento, armas e munições" – disse o chefe do Pentágono.

Putin e Obama - Sputnik Brasil
Rússia adverte EUA para tentativas de 'jogar sujo' com diferenças religiosas na Síria
A coalizão liderada pelos EUA realiza ataques contra posições do Daesh na Síria desde setembro do ano passado, sem o consentimento do Conselho de Segurança da ONU.

Em 30 de setembro, Moscou lançou uma operação militar contra o Daesh e outros grupos terroristas na Síria a pedido do Presidente Bashar Assad.

Os EUA exigem a renúncia do presidente da Síria Bashar Assad e são contrários ao fornecimento de qualquer ajuda a Damasco. A Rússia, por sua vez, busca o diálogo entre as partes do conflito e exorta a coalizão a cooperar com as autoridades sírias sob a égide do Conselho de Segurança da ONU na luta contra o Daesh.

A guerra civil na Síria dura desde 2011 e já causou a morte de mais de 230 mil pessoas, segundo os dados da ONU. O governo sírio luta contra vários grupos rebeldes e organizações militares, incluindo a Frente al-Nusra e o grupo terrorista Daesh.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала