Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Terrorista da Califórnia jurou fidelidade ao Daesh

© REUTERS / Mike BlakePolice and Sheriff's Office Crime Scene Iinvestigators examine evidence at the scene of the investigation around an SUV where two suspects were shot by police following a mass shooting in San Bernardino, California December 3, 2015.
Police and Sheriff's Office Crime Scene Iinvestigators examine evidence at the scene of the investigation around an SUV where two suspects were shot by police following a mass shooting in San Bernardino, California December 3, 2015. - Sputnik Brasil
Nos siga no
Autoridades envolvidas na investigação do ataque a um centro para deficientes em San Bernardino, na Califórnia, acreditam que a atiradora Tashfeen Malik (27), responsável por matar ao menos 14 pessoas e ferir outras 21 junto com o seu marido, publicou no Facebook, durante o ataque, uma mensagem de apoio ao grupo terrorista do Daesh.

Agentes do FBI - Sputnik Brasil
FBI: tiroteio na Califórnia é visto como potencial ato de terrorismo
Segundo um dos investigadores, Malik (que entrou nos EUA em 2014 com passaporte do Paquistão) teria utilizado um nome diferente para postar na rede social. No entanto, ele não informou como a polícia teria descoberto a identidade da suspeita. 

"Neste momento, nós acreditamos que eles eram mais radicalizados por conta própria, e inspirados pelo grupo", revelou um dos detetives ao New York Times, explicando que as declarações da atiradora não significavam que o atentado teria sido organizado pelo Daesh. 

Na última quarta-feira, Malik e o seu companheiro norte-americano, Syed Farook (28), invadiram uma festa de fim de ano do Inland Regional Center, da qual Farook estaria participando, e abriram fogo contra dezenas de pessoas que se encontravam no local. Agentes do FBI estão trabalhando neste momento para estabelecer um motivo para o ataque. 

A rede de notícias CNN informou mais cedo, citando fontes ligadas à investigação, que o marido de Malik teria estado em contato com extremistas internacionais recentemente e que teria se tornado mais radical após o casamento com a jovem, na Arábia Saudita, no ano passado.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала