Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Putin: Rússia não se limitará ao embargo de tomates importados da Turquia

© Sputnik / Konstantin Chalabov / Abrir o banco de imagensComprador no supermercado russo escolha tomates
Comprador no supermercado russo escolha tomates - Sputnik Brasil
Nos siga no
Na sua mensagem à Assembleia Federal da Rússia (parlamento), falando sobre o incidente do Su-24 russo abatido pela Turquia, o presidente russo Vladimir Putin disse que a Rússia não se limitará ao embargo de tomates turcos.

Na quinta-feira (3), discursando perante a Assembleia Federal da Federação da Rússia, o presidente Vladimir Putin disse que a reação da Rússia ao incidente do Su-24 derrubado no espaço aéreo da Síria por um caça turco F-16, não de limitará ao embargo da importação de tomates da Turquia e a restrições à atividade de empresas de construção civil turcas em território russo a Turquia irá lamentar o que fez.

Dmitry Medvedev. Foto de arquivo - Sputnik Brasil
Primeiro-ministro russo assina decreto para implementar sanções à Turquia
O líder russo sublinhou que a Rússia não vai brandir armas mas não esquecerá as ações das autoridades turcas. Segundo Putin, o embargo de tomates será só uma das medidas introduzidas contra a Turquia na sequência do homicídio do piloto russo.

“Mas se alguém pensa que, tendo eles cometido um infame crime militar – o homicídio de nossos cidadãos – nós nos vamos limitar [ao embargo de] tomates, restrições na área de construção ou alguma outra, estão enganados. Vamos lembrá-los uma vez mais do que fizeram. Vão lamentar o que fizeram uma vez mais. Sabemos o que devemos fazer em uma situação destas”, afirmou Putin.

Em 30 de novembro o Conselho de Ministros russo aprovou a resolução sobre a lista dos produtos agrícolas, matérias-primas e alimentos originários da Turquia que serão proibidos de serem importados para a Rússia a partir de 1 de janeiro de 2016. A relação conta com uma variedade de frutas e legumes, como tomate, cebola, pepino e uva, além de sal, frango e produtos avícolas da Turquia, segundo o governo.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала