Avião russo irá vigiar estruturas militares dos EUA

Nos siga noTelegram
Um grupo de inspetores russos irá executar um voo de observação sobre os Estados Unidos entre 30 de novembro e 5 de dezembro no âmbito do Tratado de Céus Abertos, diz o chefe do Centro Nacional de Redução de Risco Nuclear da Rússia, Sergei Ryzhkov, citado pela RIA Novosti.

Antonov An-30 - Sputnik Brasil
Rússia fará voos de observação sobre a República Tcheca e sobre a Eslováquia
A aeronave que realizará a missão de observação será um Tu-154M-LK-1, um avião russo de vigilância. 

“O voo de observação será efetuado entre 30 de novembro e 5 de dezembro a partir da base de Travis da Força Aérea dos EUA, na Califórnia. O alcance máximo de voo será de 4.250 quilómetros”, manifestou Ryzhkov. 

No decurso da missão, os especialistas dos EUA a bordo do avião irão monitorar a conformidade com os parâmetros aprovados do voo e o uso do equipamento de observação aprovado.      

Este será o 39º voo de observação da Rússia sobre o território dos países signatários do Tratado de Céus Abertos em 2015. 

OC-135B - Sputnik Brasil
EUA e Reino Unido farão voo de observação sobre a Rússia
O Tratado de Céus Abertos foi assinado em março de 1992 e tornou-se uma das principais medidas de construção da confiança internacional na Europa pós-Guerra Fria. O documento entrou em vigor em 1º de janeiro de 2002 e atualmente conta com 34 Estados membros, incluindo a maioria dos países da OTAN, bem como a Rússia, que ratificou o documento em 26 de maio de 2001.

Basicamente, o tratado permite a cada um dos países participantes colher abertamente informações sobre as forças e atividades militares dos outros países.

Os acordos internacionais estabelecem o número de voos, o tipo de equipamento de vigilância a bordo e os aeroportos que podem ser usados.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала