Ucrânia estabiliza rede energética, mas mantém Crimeia no escuro

© Sputnik / Sergey Malgavko / Abrir o banco de imagensApagão na Crimeia
Apagão na Crimeia - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
As autoridades da Ucrânia já estabilizaram a grade de energia do país, após as explosões provocadas por grupos extremistas ucranianos que destruíram várias torres de transmissão elétrica no último final de semana, segundo informou hoje o ministro da Energia, Volodymyr Demchyshyn.

Exploração das minas está parada em boa parte do país porque mineiros estão em greve contra salários atrasados - Sputnik Brasil
Sem carvão, ucranianos temem falta de energia no inverno
Em razão da sabotagem ultranacionalista, a Crimeia, que importa eletricidade da Ucrânia, foi deixada completamente sem energia, assim como certas áreas do território ucraniano. Embora Kiev já tenha encontrado uma solução para essas outras regiões, a península russa permanece na escuridão.

"No momento, a pressão sobre as usinas nucleares foi reduzida, pois houve uma substituição por hidro e geração de calor. Estamos queimando um pouco mais de carvão… Mas, no curso dos últimos cinco dias, estabilizamos o sistema", afirmou Demchyshyn em discurso no parlamento ucraniano. 

De acordo com o ministro, seis equipes técnicas foram enviadas para as instalações destruídas pelos ultranacionalistas para realizar os devidos reparos nos sistemas de transmissão elétrica, mas grupos extremistas permanecem nos locais, impedindo o acesso tanto dos especialistas como da polícia. 

Nesta sexta-feira, o porta-voz do governo russo, Dmitry Peskov, disse que Moscou lamenta profundamente o fato de que a Ucrânia não tenha restabelecido ainda o fornecimento de energia para a Crimeia.

"Eu posso expressar um profundo desgosto e, provavelmente, indignação pelo fato de que o fornecimento da energia elétrica contratada pela Crimeia russa ainda não foi restabelecido". 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала