Egito desmente informações sobre detenção de dois suspeitos do derrubamento do A321 russo

© AFP 2022 / Khaled DesoukiAeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito
Aeroporto de Sharm el-Sheikh, no Egito - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades egípcias detiveram dois funcionários do aeroporto de Sharm el-Sheikh suspeitos de ajuda na instalação da bomba a bordo do avião A321 russo, diz a Reuters alegando oficiais de segurança do aeroporto. Pouco depois o Egito desmentiu esta informação.

“17 pessoas estão neste momento detidas, duas delas são suspeitas de ajudar os desconhecidos que instalaram a bomba a bordo do avião no aeroporto de Sharm el-Sheikh”, comunica a agência Reuteres.

O serviço de imprensa do Kremlin, por sua vez, disse não ter informações sobre a detenção de suspeitos de envolvimento na derrubada do avião A321 russo.

O Ministério do Interior egípcio desmentiu informações sobre a detenção de suspeitos da derrubada do avião russo na península do Sinai, dizendo que esta informação é falsa e não corresponde à realidade.

“Uma fonte de alto nível no aeroporto de Sharm el-Sheikh desmentiu as informações divulgadas por alguns sites da mídia sobre a detenção de dois funcionários pelas forças de segurança hoje de manhã depois das declarações da parte russa em relação ao acidente aéreo”, diz-se no comunicado do ministério.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала