Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Mídia e autoridades dos EUA culpam Snowden por ataques em Paris

© Praxis FilmsEdward Snowden no documentário “Citizenfour”
Edward Snowden no documentário “Citizenfour” - Sputnik Brasil
Nos siga no
Logo após os ataques devastadores na cidade de Paris na última sexta-feira, vários órgãos de mídia do Ocidente, reproduzindo pensamentos de algumas autoridades norte-americanas, se apressaram em encontrar um culpado pela tragédia: Edward Snowden, o ex-analista da NSA que revelou os esquemas ilegais de espionagem dos EUA e de seus aliados.

De acordo com a teoria daqueles que responsabilizam Snowden, entre os quais está o ex-diretor da CIA James Woolsey, que acusou o ex-agente norte-americano de ter "sangue nas mãos", sua decisão de expor os esquemas utilizados principalmente por Washington para interceptar comunicações privadas de autoridades e cidadãos ao redor do mundo enfraqueceu significativamente a atuação dos serviços de inteligência.

"Não há dúvidas de que as divulgações por toda parte criaram uma situação na qual nós perdemos a cobertura sobre os terroristas", disse Matthew Olsen, antigo chefe do Centro Nacional de Contraterrorismo (NCTC), segundo o Yahoo News. Já Nick Rasmussen, atual diretor do centro, afirmou que a violência do último dia 13 foi resultado da "exposição das técnicas da inteligência". 

Internet. - Sputnik Brasil
Snowden ataca sistema de vigilância britânico: ‘o mais intrusivo do Ocidente’

No entanto, conforme destacou o jornalista Glenn Greenwald, responsável pela publicação dos documentos recolhidos por Snowden, tais afirmações contradizem o fato de que ataques como esse foram recorrentes muito antes do vazamento dessas informações, como em Bali, em 2002, em Madrid, dois anos depois, em Londres, em 2005, em Mumbai, em 2008, e em Boston, há pouco mais de dois anos. 

Além disso, ainda de acordo com Greenwald, enquanto o ex-analista da NSA mostrou como os EUA tinham preocupação em espionar seus próprios cidadãos e autoridades estrangeiras, os terroristas são conhecidos há décadas por evitar a troca de informações por telefone e pela web, justamente os meios monitorados pela inteligência norte-americana. 

"Este é um caso gritante no qual os propagandistas não podem manter as suas histórias", escreveu o jornalista. 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала