Operações russo-sírias em Deir ez-Zor matam importantes comandantes do Estado Islâmico

© Sputnik / Dmitry VinogradovCaças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria.
Caças russos Su-25 decolam da base aérea de Khmeimim na Síria. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Autoridades militares sírias informaram nesta sexta-feira (13) que as operações das forças do país, com o apoio da aviação russa, resultaram na morte de pelo menos 60 terroristas que defendiam a base aérea de Deir ez-Zor. Alguns deles exerciam posições de liderança no Estado Islâmico.

Su-34 russo está decolando na base aérea Khmeimim em província síria de Latakia - Sputnik Brasil
Caças russos atingem 289 alvos de terroristas na Síria
O comandante da instalação, Abu Hamza al-Tounisi, seria um dos mortos nas operações de quinta-feira (12). Embora pouco se saiba sobre ele, a inteligência militar síria, segundo publicou a agência iraniana FARS, afirma que era um dos mais confiáveis comandantes do Estado Islâmico e amigo íntimo do líder do grupo jihadista, Ibrahim Abu Bakr al-Baghdadi.

As fontes sírias também relataram que outros líderes terroristas não resistiram. O porta-voz do Estado Islâmico em Deir ez-Zor, Abu Khattab Al-Shami, e dois comandantes de campo estrangeiros, Abu Umar Al-Tajiki, do Tadjiquistão, e Abu Mahrous Al-Jabari, da Arábia Saudita, também morreram.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала