EUA ajudam Egito a investigar queda de avião russo na Península do Sinai

© REUTERS / Kim Philipp PiskolAirbus A321 da companhia russa Kogalymavia (Metrojet), que caiu na Península do Sinai
Airbus A321 da companhia russa Kogalymavia (Metrojet), que caiu na Península do Sinai - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Conselho de Segurança Nacional dos Transportes dos EUA (NTSB) está trabalhando com as autoridades do Egito no estudo dos motores da aeronave russa que caiu no final do mês passado na Península do Sinai, segundo informou o relações públicas do órgão norte-americano, Eric Weiss, em entrevista à Sputnik nesta sexta-feira.

Destroços no local da queda da aeronave russa Airbus A321 no Egito - Sputnik Brasil
Egito desmente participação estadunidense da investigação da queda do A321
"Nós estamos respondendo a questões dos egípcios relacionadas aos motores", disse Weiss, destacando a natureza exata do envolvimento dos EUA nas investigações do acidente. 

No dia 31 de outubro, 224 pessoas foram mortas na queda de um Airbus A321 da companhia russa Kogalymavia (Metrojet), que partia da cidade egípcia de Sharm El-Sheikh com destino a São Petersburgo, na Rússia. Na última quinta-feira, a mídia dos Estados Unidos informou que um grupo de peritos norte-americanos havia sido destacado para ajudar os investigadores egípcios a esclarecer alguns aspectos do acidente, mas o Ministério da Aviação Civil do Egito, num primeiro momento, negou ter recebido qualquer informação sobre essa cooperação.  

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала