Putin: Rússia terá ataque capaz de penetrar qualquer escudo de defesa antimísseis

© Sputnik / Vladimir Rodionov / Abrir o banco de imagensVladimir Putin em caça Su-27
Vladimir Putin em caça Su-27 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A Rússia desenvolverá sistemas de ataque capazes de penetrar qualquer escudo de defesa antimíssil, segundo afirmou o presidente russo, Vladimir Putin, em reunião sobre o desenvolvimento do complexo industrial-militar nesta terça-feira (10).

"Nós vamos trabalhar no sistema de defesa antimíssil, mas num primeiro estágio, como já dissemos em muitas ocasiões, nós também vamos trabalhar em sistemas de ataque capazes de penetrar qualquer escudo de defesa antimíssil", declarou o líder russo. 

Ensaio para a parada do dia da Marinha da Rússia em Baltiysk. A Frota do Báltico. - Sputnik Brasil
General norte-americano: Rússia pode bloquear OTAN do mar Báltico
Putin disse ainda que o desenvolvimento de tais sistemas de armas – os quais, segundo ele, determinarão as perspectivas das Forças Armadas russas para a próxima década e darão uma resposta aos desafios enfrentados pelo país – seria tema discutido na reunião de hoje.

O presidente russo também afirmou que o verdadeiro objetivo do escudo de defesa antimísseis dos EUA é neutralizar o potencial nuclear da Rússia.

"As referências às ameaças nucleares iraniana e norte-coreana somente mascaram os verdadeiros planos. E o verdadeiro objetvo [dos EUA] é neutralizar o potencial nuclear estratégico de outros Estados nucleares – exceto os EUA e seus aliados –, em primeiro lugar, o potencial nuclear do nosso país, a Rússia", sublinhou.

Presidente da Rússia, Vladimir Putin - Sputnik Brasil
Putin: EUA querem neutralizar potencial nuclear da Rússia
Washington e seus aliados continuam a construir seu sistema global de defesa antimísseis apesar de o recente acordo nuclear com o Irã anular a justificativa anterior dos EUA de que seria necessário firmar o escudo na Europa para promover a defesa contra mísseis balísticos iranianos, segundo notou o presidente russo.

"Além disso, infelizmente, eles [os EUA] não estão levando em conta nem as nossas preocupações nem as nossas propostas de cooperação", acrescentou Putin.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала