Atentados suicidas do Boko Haram no Chade mataram no mínimo 30 pessoas

Nos siga noTelegram
Cerca de 30 pessoas foram mortas por conta de um duplo atentado suicida realizado em Yamena, capital do Chade, por integrantes do grupo extremista Boko Haram. Segundo a imprensa local, os ataques atingiram uma escola de recrutamento da polícia e a delegacia central.

Logo do Boko Haram - Sputnik Brasil
Boko Haram mata 11 pessoas após posse de novo presidente da Nigéria
As forças de segurança isolaram a área no intuito de analisarem se havia mais material explosivo, bem como para saber se houve cúmplices dos dois terroristas que realizaram o atentado.

De acordo com o Ministério do Interior do Chade, entre os mortos devido às duas explosões simultâneas, podem estar policiais e cidadãos que se encontravam na central da polícia.

O ataque foi o primeiro realizado pelo grupo extremista no Chade. O país está em alerta máximo desde que, no início deste ano, decidiu enviar tropas para a Nigéria e Camarões com o objetivo de combater o Boko Haram. O grupo islâmico controla dezenas de localidades e vastas áreas do território destes países.

Miltantes do Boko Haram - Sputnik Brasil
Boko Haram se proclama província do Estado Islâmico e se prepara para atacar
A capital do Chade, Yamena será a base da força regional que enfrenta o Boko Haram, já tendo recebido um quartel-geral para a Operação Barkhane, que é uma missão internacional liderada pela França para lutar contra o fundamentalismo na área do Sahel (região da África Subsaariana, entre o deserto do Saara e o Sudão).

Em 14 de fevereiro uma força conjunta liderada pela Nigéria e pelo Chade conseguiu expulsar o grupo Boko Haram de mais de 60 localidades que controlava,visando a criação de um califado islâmico no Noroeste da Nigéria.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала