Tribunal nos EUA determinou que Argentina pague U$5,4 bi aos credores

Nos siga noTelegram
Um tribunal do estado de Nova York determinou nesta sexta-feira que Argentina deve pagar mais 5,4 bilhões de dólares aos credores, que não concordaram com os termos de reestruturação da dívida do país, informou a agência Reuters.

Presidente da Argentina Cristina Kirchner - Sputnik Brasil
Argentina declara ter tempo suficiente para lutar contra “fundos abutres”
O processo trata da compensação sobre a moratória de 100 bilhões de dólares, anunciada pelo país sul-americano em 2002 aos credores que não aceitaram a reestruturação da dívida, realizada em 2005 e em 2010. Anteriormente, o tribunal havia determinado que Argentina pagasse 1,33 bilhões de dólares a um grupo de hedge funds. 

O juiz Thomas Griesa determinou que o segundo grupo de investidores possui os mesmos direitos dos fundos e que Argentina deve compensar os seus prejuízos. Segundo a autoridade, esse segundo grupo de investidores detêm mais de 90% da dívida argentina que não foi reestruturada, no valor de 28 bilhões de dólares. 

Segundo informou o ministério da Economia da Argentina, pouco depois da divulgação da notícia, Buenos Aires apelará da decisão, que considera ilegal e abusiva.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала