Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Traficante paquistanês é decapitado na Arábia Saudita

© flickr.com / sean hobsonAutoridades internacionais estão preocupadas com o número de casos de pena de morte na Arábia Saudita
Autoridades internacionais estão preocupadas com o número de casos de pena de morte na Arábia Saudita - Sputnik Brasil
Nos siga no
A Arábia Saudita decapitou nesta quinta-feira o cidadão paquistanês Ihsan Amin, condenado a pena de morte pelo crime de tráfico de drogas. Organizações internacionais estão alarmadas com o grande número de aplicações dessa punição no país.

Acusado de traficar heroína, Amin foi a nonagésima pessoa executada pela justiça saudita em 2015, contra 87 em todo o ano de 2014, dado que levou a Organização das Nações Unidas a declarar grande preocupação com o uso crescente da pena capital no reino árabe. Segundo a imprensa local, pelo menos metade dos condenados eram estrangeiros.

De acordo com a Anistia Internacional, a atual taxa de execuções na Arábia Saudita é uma das mais altas já registradas pela organização ao longo dos últimos 30 anos. 

Vigília em protesto contra a execução da filipina Mary Jane Veloso, poupada pelas autoridades da Indonésia para ajudar em processo de tráfico - Sputnik Brasil
Diretor da Anistia Internacional no Brasil afirma que pena capital é cruel e ineficiente

"Com o ano se aproximando ainda da sua metade, o reino do Golfo vem aumentando essa marca chocante a um ritmo sem precedentes", declarou o vice-diretor da Anistia para o Oriente Médio e Norte da África, Said Boumedouha, à AFP. "Esse aumento alarmante no número de execuções supera até mesmo os terríveis registros anteriores do próprio país".

A organização não governamental de defesa dos direitos humanos destacou que cerca de 50% das penas executadas estão relacionadas a crimes de tráfico de drogas, o que viola as leis internacionais que regulam esse tipo de punição. Além disso, de acordo com a ONU, o aumento dos casos de execução na Arábia Saudita vai em direção contrária à tendência mundial, que é a de redução na aplicação desse tipo de pena. 

 

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала