Candidato à presidência dos EUA: eu não começaria uma guerra com a Rússia

Nos siga noTelegram
Ben Carson, candidato à presidência dos EUA, disse que não começaria uma guerra com a Rússia por causa da Ucrânia, mas que optaria por uma política diferente, escreveu o jornal norte-americano Washington Post.

O representante do Partido Republicano dos EUA Ben Carson, que anunciou na semana passada que vai concorrer à presidência dos Estados Unidos, expressou a sua posição sobre a crise ucraniana criticando duramente a política da Casa Branca, escreve o The Washington Post.

"Não, eu não começaria uma guerra na Ucrânia, eu resolveria este problema de maneira diferente", disse ele ao canal de TV norte-americano Fox News, observando que a administração Obama não foi capaz de elaborar uma política correta sobre o conflito ucraniano.

Ex-secretária de Estado dos EUA Hillary Clinton - Sputnik Brasil
Clinton ainda é favorita para disputar a presidência pelo Partido Democrata
O político já foi muitas vezes criticado pelo fato de não ter experiência suficiente para  governar o país, destaca a publicação. Mas ele discorda e acredita que tem bastante experiência política, para além de ter integrado vários conselhos de administração de empresas norte-americanas.

Na segunda-feira passada (4), Carson, falando em Detroit, anunciou a sua participação na luta presidencial, e declarou que vai "curar, inspirar e reanimar" o país. Esta é a primeira vez que ele concorre a um cargo eletivo, mas as suas chances para a nomeação do partido republicano são avaliadas como muito escassas.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала