Mídia francesa: Criação do Armata é um passo para tanque-robô

© Sputnik / Maxim Blinov / Abrir o banco de imagensArmata T-14 during the rehearsal of the Victory Day military parade in Moscow
Armata T-14 during the rehearsal of the Victory Day military parade in Moscow - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O tanque russo T-14 Armata que participará da Parada da Vitória em 9 de maio é capaz de superar o tanque estadunidense M-1 Abrams, escreve o jornal francês Direct Matin.

Armata T-14 during Victory Day Parade rehearsal in Moscow - Sputnik Brasil
Mídia: Novo tanque russo Armata deixará seus análogos ocidentais para trás
“O exército da Rússia receberá em breve o novo tanque T-14 <…> Ele poderá ser uma vantagem decisiva durante operações terrestres”, escreve o jornal.

O Direct Matin informa que as características do tanque T-14 Armata que deve ser produzido a partir de 2016 ainda não são detalhadamente estudadas, mas além da sua velocidade (75 quilômetros por hora nas vias) e potência de fogo (um canhão de 125 milímetros com carregamento automático e mísseis antitanque Sokol-1), ele se dispõe de novas tecnologias de proteção dos tripulantes.

O jornal frisa que a criação do T-14 é um passo para a elaboração de um tanque dirigido distanciadamente.

“A sua torreta, em particular, será inabitada, enquanto os tripulantes presentes no compartimento inferior do veiculo serão separados das munições do tanque por divisórias adaptadas. Segundo opinam alguns especialistas em questões de segurança, a automatização da torreta poderá abrir um caminho para a criação de um tanque sem tripulação, automatizado, com o controle inteiramente a distância”, frisa o Direct Matin.

Muitos opinam que “o tanque T-14 poderá potencialmente superar as últimas versões do tanque dos EUA M1 Abrams”, conclui a edição. 

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала