Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Reabertura de museu atacado pelo EI na Tunísia é cancelada

Museu Nacional Bardo.
Museu Nacional Bardo. - Sputnik Brasil
Nos siga no
A reabertura do Museu Nacional do Bardo, na Tunísia, anunciada para hoje (24), depois do ataque terrorista que matou 20 estrangeiros na semana passada, foi cancelada por "razões de segurança", segundo anunciou o porta-voz da instituição, Hanene Srarfi.

"Fomos surpreendidos à última hora, mas por razões de segurança não podemos receber muitos visitantes, de acordo com o Ministério do Interior", acrescentou Srarfi em declarações à agência AFP. Ele confirmou, no entanto, uma cerimônia para a tarde de hoje.

Polociais da Tunísia guardam a entrada do Museu Nacional Bardo, em Túnis, 19 de março de 2015. - Sputnik Brasil
Estado Islâmico assume autoria de ataque a museu na Tunísia
Os responsáveis pelo museu defendiam que a reabertura seria "uma mensagem" aos homens que mataram os turistas e um agente da polícia na quarta-feira passada (18).

"É um desafio, mas também uma mensagem. Queremos mostrar que eles não atingiram o objetivo", disse, no início do dia, o curador do museu, Moncef Ben Moussa.

A Tunísia receia que o ataque da semana passada, reclamado pelo Estado Islâmico – o pior a atingir estrangeiros no país desde 2002 – tenha consequências negativas no setor do turismo, vital à economia nacional.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала