Psaki não leu novas leis de Kiev, mas já concorda

© AFP 2022 / Brendan SmialowskiJen Psaki
Jen Psaki - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Jen Psaki, durante o último briefing disse que as leis que a Suprema Rada (parlamento) da Ucrânia adotou em conexão com a situação em Donbass não foram estudadas adequadamente, mas ela não tem dúvidas de que o lado ucraniano adere ao regime estabelecido.

“Nós não estudamos a lei com cuidado, mas eu tenho certeza de que os ucranianos acreditam que ela deve se estender até as fronteiras especificadas em setembro”, declarou Psaki.

Perguntada por que a lei não foi estudada corretamente, ela disse: "Ela [a lei] foi adotada apenas ontem".

A porta-voz declarou que não considera como bem-fundamentadas as reivindicações dos líderes das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk (RPD e RPL respetivamente) porque "os líderes separatistas" e "ucranianos orientais" são, segundo ela, não é a mesma coisa.

Na terça-feira (17), o Parlamento da Ucrânia aprovou uma resolução sobre o reconhecimento de certos territórios das regiões Donetsk e Lugansk como ocupados temporariamente.

Na quarta-feira à noite o Presidente ucraniano Poroshenko assinou uma lei sobre o estatuto especial de Donbass.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала