Dez condenados à morte são executados no Paquistão

© AFP 2022 / Rizwan TabassumPoliciais paquistaneses vigiam o lado de fora do presídio de Karachi.
Policiais paquistaneses vigiam o lado de fora do presídio de Karachi. - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
O Paquistão executou 10 condenados à morte, em três provinciais diferentes, nesta terça-feira, 17.

O número é o maior desde o fim da moratória sobre a pena de morte em dezembro do ano passado. Desde então, 37 condenados foram mortos. Hoje, seis pessoas foram enforcadas em Punjab, dois em Karachi e dois em Rawalpindi, segundo informou a agência France Presse.

No início de março, o governo paquistanês pediu às províncias para agilizarem as execuções dos condenados à morte em que todos as possibilidades de recursos haviam sido esgotadas, bem como os pedidos de clemência rejeitados. A suspensão parcial da moratória que vigorava desde 2008 é destinada aos casos de condenação por atos terroristas. A medida foi tomada após o ataque talibã a uma escola em Peshawar em que morreram 153 pessoas.

ONGs dos direitos humanos estimam a existência de 8 mil condenados a morte no Paquistão por um dos 28 crimes que preveem a pena capital.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала