BC da Rússia diz que questões econômicas são mais importantes que a inflação

© Sputnik / Alexei Danichev / Abrir o banco de imagensA presidente do Banco da Rússia, Elvira Nabiullina
A presidente do Banco da Rússia, Elvira Nabiullina - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A presidente do Banco da Rússia, Elvira Nabiullina, disse que a redução da inflação não deve ser perseguida a "qualquer custo" e que as questões econômicas são agora mais importantes, indicando uma mudança no foco da instituição.

O Banco da Rússia reduziu a taxa básica de juros nesta sexta-feira em um ponto porcentual, para 14% ao ano, e indicou que está pronto para realizar mais cortes para impedir a desaceleração do país, mesmo quando a inflação diminuir.

Elvira Nabiullina reconheceu que a situação econômica do país continua a piorar e que pode entrar em recessão no primeiro trimestre de 2016. Diante deste cenário, o banco espera que a economia se recupere rapidamente apenas em 2017, com crescimento de, pelo menos, 6%.

A presidente disse que a taxa de câmbio do rublo está desvalorizada em 10% e que o Banco da Rússia espera que suas reservas internacionais caiam ainda mais, com redução de US$ 50 bilhões em 2015.

A expectativa da instituição é de que a inflação comece a diminuir no segundo semestre de 2015. O banco também prevê que as importações devam cair 30% neste ano, dando suporte ao superávit em conta corrente e ajudando o país — que foi cortado do mercado de capital global devido às sanções dos países ocidentais — a quitar as dívidas com países estrangeiros.

fonte: Estadão Conteudo

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала