Caso Nemtsov: Parlamento Europeu pede investigação internacional sobre assassinato

© Sputnik / Vladimir AstapkovichCerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Membros do Parlamento Europeu exigiram uma investigação internacional sobre o assassinato do político da oposição russa Boris Nemstsov, segundo informa a resolução aprovada nesta quinta-feira (12) em uma sessão plenária em Estrasburgo.

Vice-primeiro ministro do governo russo na época do presidente Boris Yeltsin, Nemtsov foi morto a tiros em uma ponte no centro de Moscou na noite de 27 de fevereiro, durante um passeio com a namorada Anna Duritskaya, uma ucraniana de 23 anos. 

A reação ao assassinato do político russo foi imediata. O presidente da Rússia, Vladimir Putin, que foi informado rapidamente sobre o crime, prestou condolências à família e aos amigos do político e delegou às autoridades de segurança do país a criação de um grupo investigativo misto, com participação do Ministério do Interior e do Serviço Federal de Segurança da Federação Russa (FSB, na sigla em russo).

Flores depositadas no local de assassinato de Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
Mídia internacional trabalha com estereótipos no noticiário da morte de Boris Nemtsov
A imprensa internacional também reagiu rapidamente à morte de Nemtsov. As notícias, em sua maioria, deram ênfase às atividades oposicionistas do político e informavam sobre a marcha da oposição convocada por ele para o dia 1º de março.

O secretário de imprensa do Kremlin, Dmitri Peskov, se manifestou a esse respeito à radio Kommersant. “Com todo o meu respeito à memória de Boris Nemtsov, no plano político ele não representava nenhuma ameaça para o governo atual da Rússia e para Vladimir Putin pessoalmente”.


Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала