FMI: interrupção de cessar-fogo em Donbass ameaçaria a liberação de crédito para Ucrânia

© Host Photo AgencyChristine Lagarde na segunda reunião de trabalho da cimeira do G20
Christine Lagarde na segunda reunião de trabalho da cimeira do G20 - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Christine Lagarde acredita que a prorrogação do programa de ajuda financeira por mais quatro anos contribuirá para a estabilização da economia ucraniana. Ela destacou que o cessar-fogo em Donbass, em linhas gerais, está sendo cumprido. A sua interrupção, porém, ameaçaria a liberação das parcelas de crédito.

Fundo Monetário Internacional - Sputnik Brasil
FMI aprova empréstimo de US$ 17,5 bilhões à Ucrânia
Christine Lagarde acredita que a prorrogação do programa de ajuda financeira por mais quatro anos contribuirá para a estabilização da economia ucraniana. Ela destacou que o cessar-fogo em Donbass, em linhas gerais, está sendo cumprido. A sua interrupção, porém, ameaçaria a liberação das parcelas de crédito. 

O conselho de diretores do FMI aprovou o programa de ajuda financeira à Ucrânia de quatro anos no valor de U$17,5 bilhões, informou a diretora da instituição, Christine Lagarde. Lagarde destacou que o cessar-fogo em Donbass, em linhas gerais, está sendo cumprido. A sua interrupção, porém, ameaçaria a liberação das parcelas de crédito, segundo informou a agência Bloomberg. Segundo ela, as autoridades ucranianas demonstram vontade de realizar reformas.  

Presidente do FMI Cristine Lagarde - Sputnik Brasil
FMI: se o conflito se agravar, pacote de ajuda à Ucrânia pode não sair
“Essa nova decisão de prorrogar o programa por quatro anos contribuirá para a estabilização da economia ucraniana. Contribuirá para a realização de reformas políticas sérias e multifacetadas, voltadas para a restauração de um crescimento sustentável a médio prazo, bem como para a melhora nas condições de vida do povo ucraniano”, disse Lagarde segundo AFP. 

Kiev aguarda pela primeira parcela no âmbito do novo programa do FMI, que será no valor de U$5 bilhões de dólares, segundo ministra das Finanças da Ucrânia, Natalia Yaresko. 

Ucrânia vive uma grande crise política, que reflete em sua economia e no orçamento. O país está à beira da moratória. Kiev, na esperança de estabilizar a situação através de contração de dívidas externas, negociava com FMI uma ampliação dos programas de ajuda financeira. O novo programa de crédito é de U$17,5 bilhões. No total, em quatro anos, Ucrânia pode receber cerca de U$40 bilhões de diferentes organizações e países, incluindo U$15 bilhões, se conseguir reestruturar a sua divida.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала