Em Moscou terminou cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov

© Sputnik / Vladimir Astapkovich / Abrir o banco de imagensCerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
A cerimônia de despedida do político da oposição Boris Nemtsov, assassinado na noite de 28 de fevereiro, terminou. O carro funerário seguiu para o cemitério Troekurov.

Cerca de 15 minutos antes do fim da cerimônia, as portas do Centro Sakharov foram fechadas ao público, para que os familiares pudessem se despedir com Nemtsov num ambiente silencioso. As restantes pessoas que ainda estavam na fila (várias centenas) e que não puderam entrar na sala, entregaram as flores que traziam.

Quando o carro funerário partiu do Centro Sakharov, o público o seguiu com aplausos.

© Sputnik / Vladimir AstapkovichСerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
1/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
© Sputnik / Vladimir AstapkovichСerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
2/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
© Sputnik / Vladimir AstapkovichCerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
3/4
Cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
© Sputnik / Ilia Pitalev / Abrir o banco de imagensСerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
4/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
1/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
2/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
3/4
Cerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
4/4
Сerimônia fúnebre do político Boris Nemtsov
Boris Nemtsov foi assassinado a tiros no centro de Moscou na noite de sexta-feira. Segundo testemunhas, o político estava caminhando pela ponte Bolshoi Kamenny, acompanhado de uma mulher ucraniana, quando foi atingido pelas costas por quatro disparos letais.

Ele tinha 55 anos. Ele foi vice-primeiro ministro do governo russo na época do presidente Boris Yeltsin, época em que foi considerado um possível candidato à presidência. Em dezembro de 2007, chegou a apresentar candidatura à chefia de Estado da Rússia pelo seu partido Soyuz Pravykh Sil (União das Forças de Direita), mas acabou retirando-a em favor de Mikhail Kasianov.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала