Bruxelas: Gazprom e Naftogaz garantiram o trânsito de gás para Europa

© REUTERS / Laszlo Balogh Sistema de distribuição de gás in Beregdaroc, um dos pontos de trânsito do gás russo para UE
Sistema de distribuição de gás in Beregdaroc, um dos pontos de trânsito do gás russo para UE - Sputnik Brasil
Nos siga noTelegram
Gazprom e Naftogaz apresentaram à Comissão Europeia todas as garantias de que possuem condições de fornecer gás para Europa sem interrupções na linha de trânsito.

Gazprom - Sputnik Brasil
Gazprom recebe US$ 15 milhões e garante fornecimento de gás para a Ucrânia
O anúncio foi feito após as reuniões trilaterais realizadas em Bruxelas pelo vice-presidente da Comissão Europeia, Marosh Shefchovich e pela chefe de política externa da UE, Federica Mogherini.

O ministro de Energia da Rússia, Aleksandr Novak, que também participou da reunião, afirmou nesta segunda-feira que a companhia de gás ucraniana Naftogaz não terá de fazer pagamentos adiantados pelo gás entregue às regiões do leste da Ucrânia. Desse modo o trânsito do recurso para Europa não ficará afetado. 

Os últimos fornecimentos de gás da Gazprom, empresa russa, para as regiões ucranianas de Donetsk e Lugansk serão "retirados da equação" do cálculo de pré-pagamentos da Naftogaz, declarou o ministro por meio de sua conta do Twitter. "Essa é uma questão de reconciliação separada e negociação separada", escreveu.

Gasoduto em Beregdaroc, Hungria, um dos pontos de passagem do gás russo à UE - Sputnik Brasil
Energia: ministro russo se reunirá com Comissão Europeia e representantes da Ucrânia
O tema está longe de ter sido solucionado, mas pelo menos as partes ganharam tempo hábil para dar seguimento às negociações. “Essa questão continuará sendo discutida”, informa o comunicado da Comissão Europeia ao fim da reunião. 

Já o tema do preço do gás para Ucrânia após o fim do prazo do “pacote de inverno” somente foi abordado, sem nenhum resultado concreto, até o momento. O chefe da pasta de Energia ucraniano, Vladimir Demchishin, afirmou que Naftogaz não tem uma “necessidade crítica de celebrar um acordo agora mesmo”. O seu colega russo comentou, por outro lado, “tudo dependerá da plausibilidade e da necessidade”. 

Segundo o comunicado oficial da Comissão Europeia, Europa aguarda as propostas da Ucrânia e da Rússia quanto ao fornecimento de gás durante o verão para realização da próxima reunião trilateral em 31 de março.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала