Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para

Investigadores apresentam versões preliminares do assassinato de Boris Nemtsov

© Sputnik / Илья Питалев / Abrir o banco de imagensBoris Nemtsov foi morto no centro de Moscou
Boris Nemtsov foi morto no centro de Moscou - Sputnik Brasil
Nos siga no
A polícia da Rússia apresentou as versões preliminares da investigação do assassinato do político opositor Boris Nemtsov. Segundo as autoridades, a morte dele pode ter tido ligações com o conflito na Ucrânia, com o extremismo islâmico ou até mesmo com um plano para desestabilizar o país.

Boris Nemtsov, de 55 anos, foi assassinado a tiros no centro de Moscou na noite de sexta-feira, 27. Investigadores disseram que o caso tem características de um assassinato encomendado.

Político russo Boris Nemtsov - Sputnik Brasil
Político russo Boris Nemtsov é assassinado em Moscou
O porta-voz do Comitê de Investigação, Vladimir Markin, disse que a polícia trabalha com três linhas de inquérito.

A primeira delas seria a de que Nemtsov foi usado como uma "vítima sagrada" de uma conspiração para desestabilizar o presidente Vladimir Putin.

Em outra hipótese, a morte do opositor estaria ligada à crise na Ucrânia. Nemtsov participou de uma manifestação contra o conflito no país nesta semana. "Não há segredo nenhum que há personagens radicais em ambos os lados em conflito", disse Markin, referindo-se aos que defendem a soberania de Kiev e os que querem a independência do leste da Ucrânia.

O Comitê de Investigação também está considerando a possibilidade de a morte ter ligação com extremistas islâmicos. Nemtsov já havia recebido ameaças depois que ele expressou opiniões críticas em relação ao atentado contra a revista satírica francesa Charlie Hebdo, em janeiro.

A polícia também não descarta a hipótese de a morte de Nemtsov ter sido um crime passional ou motivado por concorrentes de suas empresas.

People gather at the site where Boris Nemtsov was recently murdered, with St. Basil's Cathedral seen in the background, in central Moscow, February 28, 2015. - Sputnik Brasil
Governo fará de tudo para encontrar e punir os responsáveis pela morte de Boris Nemtsov
Nemtsov tinha 55 anos. Ele foi vice-primeiro ministro do governo russo na época do presidente Boris Yeltsin, época em que foi considerado um possível candidato à presidência. Em dezembro de 2007, chegou a apresentar candidatura à presidência da Rússia pelo seu partido Soyuz Pravykh Sil (União das Forças de Direita), mas acabou retirando-a em favor de Mikhail Kasianov.

Desde o início da presidência de Vladimir Putin, Nemtsov se posicionou como um crítico ativo da sua administração. Nemtsov ocupou diversos cargos públicos e foi eleito sucessivas vezes para o Parlamento. Ele era o vice-presidente do Partido Republicano da Rússia — Partido da Liberdade Popular (RPR-PARNAS) e, desde 2013, ocupava o cargo de deputado da região de Yaroslavl, cidade satélite de Moscou.


Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала