Em Yakútia encontrado rinoceronte que viveu há mais de 10 mil anos

Nos siga noTelegram
Uma única descoberta científica marcou as notícias da Academia de Ciências da Yakútia, na Rússia. Junto ao rio Semyulyakh os pesquisadores encontraram os restos de um filhote de rinoceronte-lanudo que data de há mais de 10 mil anos.

Uma descoberta científica marcou este ano as notícias da Academia de Ciências da Yakútia, na Rússia. Junto ao rio Semyulyakh os pesquisadores encontraram os restos de um filhote de rinoceronte-lanudo (Coelodonta antiquitatis) que data de há mais de 10 mil anos. A descoberta foi feita ainda em setembro de 2014, mas apenas agora o rinoceronte foi levado à cidade de Yakutsk, para ser estudado.

Feed de notícias
0
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала