Jogadores franceses vencem a Bélgica e comemoram com a torcida no estádio de São Petersburgo.

França volta à final e pode vencer sua 2ª Copa do Mundo

© Sputnik / Alexei Danichev
Copa do Mundo 2018
URL curta
232

França derrota a Bélgica e pode vencer sua segunda do Mundo. Essa será a 3ª vez que o time francês chega à final do torneio. A última, em 2006, deu o título para a Itália, 8 anos após vencer o Brasil por 3x0 em casa. O presidente francês, Emmanuel Macron, estava a partida do estádio, em São Petersburgo, e deve repetir o gesto na final, em Moscou.

Antes da partida a expectativa de grandes atuações girava em torno de Romelu Lukaku, da Bélgica, com 4 gols na Copa, e Kylian Mbappé, da França, com 3 gols, os destaques dos dois times. No entanto, o jogo truncado deu poucoы espaços para os doшs jogadores, e o único gol da partida saiu de um escanteio na cabeça de Umtiti, já no segundo tempo.

O jogo começou movimentado com ataques dos dois lados, porém maior volume dos belgas. Aos 4 minutos, a primeira jogada perigosa foi executada por Eden Hazard, atacando o campo da Bélgica pelo lado esquerdo e cruzando. Porém, o passe foi cortado e o escanteio no lance seguinte foi para fora.

Rainha da Bélgica, Matilda, e Rei da Bélgica, Philippe, ao lado do presidente francês Emmanuel Macron e do ministro de Relações Europeias da Bélgica, Didier Reinders comparecem à semifinal da Copa do Mundo na Rússia entre França e Bélgica.
© Sputnik / Alexander Vilf
Rainha da Bélgica, Matilda, e Rei da Bélgica, Philippe, ao lado do presidente francês Emmanuel Macron e do ministro de Relações Europeias da Bélgica, Didier Reinders comparecem à semifinal da Copa do Mundo na Rússia entre França e Bélgica.

Aos 10 minutos do 1º tempo o jogo seguia equilibrado, com ligeiro domínio do time da Bélgica. Já aos 15 minutos, Hazard invadiu a grande área e chutou cruzado, de esquerda, jogando a bola próxima à trave direita de Lorris, goleiro francês. Pouco mais de 3 minutos depois, o mesmo Hazard chutou forte no meio do gol mas bola foi desviada pelo zagueiro francês Varane.

A seleção da Bélgica dominava o jogo até então, e pressionava a Seleção francesa, que tinha dificuldades de jogar no meio campo e mantinha suas jogadas ofensivas focadas nos contra-ataques.

Llorris, goleiro francês, faz grande defesa durante partida entre França e Bélgica na semifinal da Copa do Mundo.
© Sputnik / Аlexander Vilf
Llorris, goleiro francês, faz grande defesa durante partida entre França e Bélgica na semifinal da Copa do Mundo.

Após os primeiros 30 minutos de jogo, no entanto, o time francês cresceu no jogo e conseguiu encontrar lances de perigo. Aos 33, Kylian Mbappé cruzou bola perigosa para Giroud, mas o camisa 9 se desequilibrou e não conseguiu chutar contra a meta do goleiro belga.

Aos 39 minutos a chance mais clara de gol do jogo até então surgiu dos pés de Mbappé, que deixou o lateral Pavard livre e sozinho contra o goleiro belga, que defendeu o chute e jogou para escanteio. O time francês continuava crescendo na partida até o final da primeira etapa. O 1º tempo terminou com equilibrado.

Gol de cabeça de Umtiti abre o placar para a França em São Petersburgo.
© Sputnik / Vladimir Sergueiev
Gol de cabeça de Umtiti abre o placar para a França em São Petersburgo.

Mas aos 6 minutos do 2º tempo, o zagueiro Umtiti subiu mais alto na área belga após cobrança de escanteio e cabeceou cruzado sem chance contra o goleiro belga, Cortois. França 1x0 Bélgica.

Já perto da metade do 2º tempo, a Bélgica tinha dificuldade de atacar o time francês. A melhor chance criada pelo time foi uma cabeçada de Fellaini após cruzamento de Mertens, mas o jogador acertou apenas o lado da meta francesa.

A defesa francesa permaneceu a maior parte do 2º tempo bem armada e não deu muitos espaços para o time belga criar. As tentativas, assim como no jogo do Brasil, permaneciam em jogadas vindas das laterais, seguidas de cruzamentos. O time francês deu poucas oportunidades de contra-ataque, uma das armas mais letais do time belga.

O três atacantes franceses permaneceram maior parte do tempo na defesa auxiliando a segurança da área durante a 2ª etapa.

Jogadores franceses comemoram vitória sobre a Bélgica e vaga na final da Copa do Mundo.
© Sputnik / Grigoriy Sisoev
Jogadores franceses comemoram vitória sobre a Bélgica e vaga na final da Copa do Mundo.

A Bélgica pressionou nos últimos 5 minutos mas não conseguiu passar o bloqueio francês. Varane fez grande partida e afastou uma série as bolas cruzadas pelos belgas.

Com a defesa efetiva e segurando a posse de bola no final do jogo, a França conseguiu vencer a Bélgica e está na final da Copa do Mundo de 2018.

As estatísticas finais da partida mostraram a superioridade francesa. Foram 19 chutes a gol dos franceses contra 9 dos belgas. A França, porém, levou perigo ao gol belga em 8 oportunidades, já a Bélgica fez o mesmo 5 vezes. A posse de bola foi maior do lado belga, com 60% do tempo de bola rolando. A permanência defensiva francesa se traduziu em 16 roubadas de bola e 30 chutões, contra 14 chutões da Bélgica.

Amanhã, o segundo finalista será definido na partida entre Croácia e Inglaterra, em Moscou, no estádio de Lujniki. 

A grande final da Copa do Mundo está marcada para o domingo (15), também no estádio de Lujniki.

Mais:

Eliminados da Copa, brasileiros resolvem 'turistar' na Rússia
Putin convida Seleção da Rússia para discutir resultado da Copa do Mundo
Croácia e Inglaterra quebram jejum de décadas na Copa do Mundo
Melhores fotos do última dia das quartas de final da Copa
Melhores fotos da semana em que são decididos competidores nas semifinais da Copa 2018
Tags:
Copa do Mundo Rússia 2018, Copa do Mundo 2018, FIFA, Umtiti, Varane, Romelu Lukaku, Kylian Mbappé, Emmanuel Macron, Bélgica, França
Padrões da comunidadeDiscussão
Comentar no FacebookComentar na Sputnik